UM POUCO SOBRE O

TURISMO DE EXPERIÊNCIA

A prática das vivências nas Viagens de Experiências é uma tendência do turismo para este século. Em função de um convívio leve, fluído, integrativo dos visitantes com os anfitriões, este jeito de viajar vem ganhando cada vez mais adeptos. Assim, as trocas de realidades no momento de viagem ocorrem com naturalidade, marcando todos em uma experiência fundamentadora.

O compartilhamento dos espaços sagrados dos anfitriões é onde ocorrem as vivências, a partir de um novo ordenamento e reutilização do local pelos anfitriões para receber os visitantes.

Nossos anfitriões, são nossos ancestrais, aqueles que têm a sabedoria para serem os guardiões de nossa biodiversidade ambiental e cultural. Encontram-se em locais sagrados, caracterizados por unidades de conservação e áreas protegidas.

Assim, os destinos de nossas viagens de experiência têm como anfitriões, os caiçaras, os quilombolas, os indígenas, os coletores extrativistas, os ribeirinhos, as quebradeiras de coco, os vazanteiros, os ciganos e tantos outros denominados de populações tradicionais.